26.9.04

Aung San Suu Kyi

Tenho sempre muita dificuldade em escrever, mas acho que esta é uma boa oportunidade que não quero desperdiçar.

Acho que todos conhecemos AUNG SAN SUU KYI, a birmanesa que ganhou prémio nobel da paz. Uma mulher que deixou os seus dois filhos e marido em Inglaterra, para regressar ao seu país e lutar pela democracia. Nunca tinha pensado neste “abandono” dos filhos por parte da AUNG SAN SUU KYI até a minha filha nascer. É algo que me perturba imenso. Ter a coragem de deixar os dois filhos com o pai e esperar que eles nunca a acusem de abandono é arriscar muito alto. Abdicar de uma vida plena pela solidão certa, por um país, é de uma generosidade imensa. Agora sempre que penso na AUNG SAN SUU KYI desejo muito que ela consiga que a Birmânia seja uma democracia, para ela abraçar os seus filhos de novo.

Site oficial de AUNG SAN SUU KYI: www.dassk.org

MB

1 Comments:

Blogger púrpura said...

É impressionante a estória desta Senhora que por amor a um país e à liberdade (não a dela, mas aquela q a transcende, a engole e tb a anula) deixa a família, depois de ter sido libertada e volta ao cárcere, de livre vontade, esperando que os filhos nunca a acusem de abandono. Há pessoas que parece que nasceram fora do mundo.
(não tenho culpa q haja 1 blog c/ este nome :P)

27 de setembro de 2004 às 08:22  

Enviar um comentário

<< Home